12 de jun de 2009

Castelo, Cachoeiro de Itapemirim e Vargem Alta

Hoje (11/06) iniciamos nossa aventura de visitar todos os 78 municípios do Espírito Santo. Saímos de João Neiva às 7:10h com muita expectativa. Moto já abastecida, revisada e pronta pegamos a estrada em direção a Castelo. Manhã fria, especialmente ao passarmos por Domingos Martins e Venda Nova do Imigrante, primeira parada para abastecimento, esticada do corpo e algumas fotos da Pedra Azul. Retornamos à estrada, que por sinal a BR262 tem vários trechos em péssimo estado de conservação e em manutenção.

Conseguimos chegar enfim a Castelo, acreditem congestionamento na chegada da cidade. Eram vários carros, motos e muitos ônibus, todos para ver um trabalho realmente lindo executado pelos moradores.

Logo na chegada nos deparamos com ruas fechadas e fomos levados a subir... subir... e subir para chegarmos aos tapetes. Conseguimos um lugar especial com sombra bem próximo ao caminho de tapetes. Deixamos a moto descansando e iniciamos nossa procissão por toda aquela obra de arte, realmente linda. Muita gente na cidade, gente de todos os “tipos” e “modelos”. O caminho ao lado dos tapetes era um congestionamento só. Gente caminhando, gente tirando foto, gente admirando e dizendo “que lindo!”. Após mais de meia hora caminhando pudemos percorrer toda a extensão dos tapetes e percebemos que a fome batia forte. Foi então uma luta para achar algum lugar na cidade, era fila monstruosa na frente dos restaurantes e praça de alimentação, pessoas levantando da mesa e disputa pelo lugar. Caminhamos por diversos estabelecimentos e encontramos uma lanchonete com um pessoal simpático e uns salgados quentinhos saídos do forno e nos atracamos. Após essa deliciosa refeição voltamos à estrada pois tínhamos mais duas cidades por visitar. Rumamos em direção a Cachoeiro de Itapemirim.

Ao chegarmos à cidade fomos logo procurar a casa de Roberto Carlos e dos Braga. Encontramos uma placa e depois de uma simpática indicação “Ali Casa do Rei R.C.”. Para variar mais uma ladeira e chegamos a uma casa azul e branca num final de rua, que pena que estava fechada. Fotos para comprovação da visita e prosseguimos à procura da Casa dos Braga, encontramos e adivinhem... que pena também fechada. Mais fotos. Ah! Sem esquecer a foto em frente a agência da Caixa é claro.

Seguindo nosso planejamento, nos dirigimos para Vargem Alta, última cidade deste roteiro. Não me envergonho em dizer que passamos direto no trevo de entrada para Vargem Alta, eu estava preocupado numa ultrapassagem e minha navegadora acho que sonhava no momento.

No caminho à Vargem Alta pudemos admirar uma paisagem exuberante num mirante onde via-se Cachoeiro inteira, vista maravilhosa. E também um pessoal que tinha acabado de praticar vôo livre guardava seu equipamento.

Vargem Alta é uma cidadezinha pacata e muuuuuito fria. Não ficamos muito ali pois eram por volta de 16h, o sol tinha sumido e o vento frio começava esfriar os ossos. Pensamos em tirar algumas fotos num lugar lindo, o Hotel Monte Verde (recordação de nossa Lua de Mel), mas para nossa surpresa eles estão cobrando ingresso de visitantes, bem, colocamos as luvas pois as mãos começavam a congelar, demos meia volta e seguimos nossa estrada.

Entre saltos a quebra molas não sinalizados, desvios a buracos muitos e trechos literalmente de chão batido chegamos novamente à BR 262.

Rodamos até Santa Isabel, Domingos Martins, onde paramos no Café com Prosa para comer alguma coisa e esticar as pernas novamente, porque ninguém é de ferro e muito menos o bumbum, né?! ... Não sabemos se o pão com leitão é realmente delicioso ou se a fome era muita, mas nos deliciamos com a iguaria (comemos pão com leitão mas parecia cebola com pão e leitão). Após comermos e o pipi básico, já de noite, seguimos viagem rumo ao nosso lar, João Neiva. Estrada lotada, trânsito pesado e Rodovia do Contorno muito perigosa, mas chegamos por volta de 19:50h, cansados mas satisfeitos com o sucesso deste primeiro roteiro.

Até o próximo!



Números:



Quilometragem percorrida: 541,5km
Combustível: 24,19 litros
Consumo: 22,36 km/l
Tempo de viagem: 12h35min
Tempo de viagem real: 8h35min (efetivamente em cima da moto)
Valor gasto: Abastecimento: R$ 62,43 (3 abastecimentos)
...................Alimentação: R$ 31,00






2 de jun de 2009

Projeto: Pelas Estradas do Espírito Santo de Moto

Propósito do Projeto

O projeto que motiva esse blog foi inspirado em projeto semelhante de nosso amigo Romildo, do MC Escorpiões do Asfalto, “Conhecendo o ES viajando de moto”.
A idéia nos encantou por dois motivos: o primeiro, e óbvio, foi de ir pra estrada e viajar de moto. E o segundo de conhecer um pouco mais do estado em que moramos, visitando todos os seus municípios, deixando a nossa marca com adesivos do Moto Clube Rota X, em locais de passagem de motociclistas.
Teremos, em anexo ao blog, uma galeria das fotos tiradas de cada local visitado. Sempre registrando a nossa presença juntamente com a moto em pontos turísticos e culturais de cada lugar.

Roteiro

As viagens não se realizarão de forma contínua, isto é, dividiremos o estado em regiões que possamos conhecer em 1 ou, no máximo, 2 dias. Devido a distância, o sul do estado visitaremos em 2 dias, abrangendo regiões maiores, e no norte, pela proximidade, serão viagens de 1 dia.
O projeto inicial é reservarmos um fim de semana por mês para a realização das etapas. Podendo ser alterado conforme atividades extra-motociclismo, bem como as datas das mesmas.
Quando o trajeto for em círculo, efetuaremos paradas para anotação e registros de visita a partir da primeira cidade relacionada. E quando não for, viajaremos direto até a cidade mais distante e efetuaremos as paradas à medida que viermos retornando.
Toda a programação compreende o total de 6.478 km, a serem percorridos em 15 viagens.
O local de partida, a principio, será no Posto Shell, na BR 101, em João Neiva. Havendo interesse de outros motociclistas em nos acompanhar nessa aventura, marcaremos outros pontos de encontro.

Dados Técnicos

Piloto: Carlos “Hand” – MC Rota X - Espírito Santo
Garupa: Karen
Transporte: Honda Shadow 600

Viagens (aleatórias)

Cidades:
Castelo, Cachoeiro de Itapemirim e Vargem Alta
Kilometragem: 510km
Tempo: 1 dia
Data: 11/06/2009 (Corpus Christi)

Cidades: Muniz Freire, Jerônimo Monteiro, Alegre, Guaçui, Dores do Rio Preto, Divino Espírito Santo, Ibitirama, Irupi, Iúna, Ibatiba e Brejetuba
Kilometragem: 800km
Tempo: 2 dias
Data: 08 a 12/09/2009

Cidades:
Presidente Kennedy, Atílio Vivacqua, Muqui, Mimoso do Sul, Apiacá, Bom Jesus do Norte e São José do Calçado
Kilometragem: 669km
Tempo: 2 dias
Data: 08 a 12/09/2009

Cidades: Viana, Domingos Martins, Marechal Floriano, Afonso Claudio, Laranja da Terra, Venda Nova do Imigrante e Conceição do Castelo
Kilometragem: 554km
Tempo: 2 dias
Data: 08 a 12/09/2009

Cidades:
Aracruz, Serra, Vila Velha e Vitória (Aproveitando o Aniversário dos Répteis do Asfalto)
Kilometragem: 179km
Tempo: 2 dia

Data: 03 e 04/10/2009

Cidades: Alfredo Chaves, Iconha, Rio Novo do Sul, Marataízes, Itapemirim, Piúma, Anchieta, Guarapari
Kilometragem: 444km
Tempo: 2 dias

Cidades: Mucurici, Ponto Belo, Montanha e Pinheiros
Kilometragem: 536km
Tempo: 1 dia

Cidades: Sooretama, Rio Bananal e Linhares
Kilometragem: 234km
Tempo: 1 dia

Cidades: Vila Valério, São Gabriel da Palha, São Domingos e Governador Lindenberg
Kilometragem: 331km (via Colatina)
Tempo: 1 dia

Cidades: Mantenópolis, Alto Rio Novo, Pancas e Marilândia
Kilometragem: 358km
Tempo: 1 dia

Cidades: São Roque do Canaã, Santa Teresa, Fundão, Ibiraçu e João Neiva
Kilometragem: 156km
Tempo: 1 dia

Cidades: Pedro Canário, Conceição da Barra, São Mateus e Jaguaré
Kilometragem: 442km
Tempo: 1 dia

Cidades: Boa Esperança, Vila Pavão e Nova Venécia
Kilometragem: 440km
Tempo: 1 dia

Cidades: Ecoporanga, Barra de São Francisco, Água Doce do Norte e Águia Branca
Kilometragem: 492km
Tempo: 1 dia


Cidades: Colatina, Baixo Guandu, Itaguaçu, Itarana, Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina e Cariacica
Kilometragem: 333km
Tempo: 1 dia